DevSecOps: Segurança na Implementação de CI/CD
Back To Top

DevSecOps: Segurança na Implementação de CI/CD

O DevSecOps nasceu como uma evolução natural a metodologia, permitindo maior segurança na implementação de CI/CD

Entender o que a cultura DevSecOps está trazendo de benefício para o mundo do desenvolvimento de software, é importante para conseguir aplicar os seus conceitos de forma satisfatória. Construir um pensamento comum de que “todos são responsáveis pela segurança” é de vital importância para garantir esta segurança em todos os níveis do processo.

DevOps já é realidade e como o próprio nome diz, busca o trabalho conjunto das equipes de desenvolvimento de software e de operações, visando principalmente melhorar a adoção de processos automatizados e atuar na agilidade de entregas constantes de aplicações seguras e com alto nível e qualidade. Evoluindo este conjunto de práticas, o DevSecOps foi criado para melhorar justamente a área de segurança.

E você, quer saber mais sobre o DevSecOps e a segurança na implementação de CI/CD? Continue lendo nossa publicação!

E o que é o DevSecOps?

O DevSecOps pode ser considerado uma evolução da cultura DevOps, que transformou a forma como o desenvolvimento de software era visto e conduzido nas empresas, sobretudo em relação as responsabilidades compartilhadas entre os departamentos de operação e desenvolvimento e a agilidade de entrega de valor ao cliente final.

Conforme essa cultura foi sendo introduzida e aplicada no dia a dia do desenvolvimento de software, a necessidade por segurança foi sendo um fator importante e que necessitava de mais atenção. A importância de tratar a etapa de segurança também de forma automatizada nos processos de CI/CD fica cada vez mais em evidência a partir da adoção do DevOps.

A aplicação dessa nova abordagem dando mais atenção a segurança exige uma evolução do pensamento em comum da empresa, fase que é facilitada devido a adoção do DevOps. O DevSecOps permite que continue com as entregas rápidas e contínuas, de acordo com o CI/CD, juntamente com a integração entre equipe de desenvolvimento e equipe de operações – tudo isso mantendo a preocupação com a segurança.

Qual a abrangência e a motivação de uma aplicação DevSecOps?

Este tópico é muito importante para a aplicação do DevSecOps, pois entender a segurança como parte da codificação e adotar ferramentas que automatizam checagem de vulnerabilidades já é um fator preponderante para o sucesso desta cultura. A proteção dos dados da empresa deve estar em primeiro lugar, qualquer que seja o patamar e o panorama da aplicação.

A abrangência é então total a partir do entendimento para desenvolver segurança como parte do código e adoção de ferramentas no processo de CI/CD – e promover dicas de segurança e ações que podem ser tomadas diretamente pelos desenvolvedores. Outro ponto importante é promover a segurança e a proteção aos dados como um serviço a toda a aplicação.

O DevSecOps e o mercado de desenvolvimento de software

Mesmo as organizações que possuem uma cultura DevOps, podem necessitar de uma mudança de mindset para obter sucesso na implantação de DevSecOps. A automação em si já faz parte do conceito e do processo como um todo e o ponto importante é que estas organizações ainda não implementaram os passos corretos de segurança nesta automação que já está consolidada.

E é aqui que o DevSecOps se faz necessário e importante para as organizações, principalmente quando começa a se pensar e entender a segurança das aplicações como parte do seu processo de desenvolvimento, CI. As empresas podem inclusive já ter “em casa” os requisitos necessários, mas que ainda não são implementados.

As implementações de segurança (“Sec”) na cultura DevOps e nos processos automatizados de CI/CD

A cultura DevOps é amplamente impactada pela utilização da automação nos processos e na integração entre os times – e alinhando a segurança nesta metodologia, atinge-se o DevSecOps. Algumas implementações são importantes, como:

  • O time de desenvolvimento deve ser o mais capacitado possível, principalmente em relação à segurança. Quanto mais capacitado, melhor a qualidade do código e a forma como os desenvolvedores irão encarar a adoção da segurança na sua linha de produção;
  • Incentive a análise do código durante o seu desenvolvimento, principalmente auxiliando o desenvolvedor a identificar vulnerabilidades com tecnologias que trabalhem junto com a IDE;
  • Realizar análises de aplicação antes de prosseguir para a produção, fazendo com que o ciclo de DevOps seja mais efetivo;
  • Padronização das bibliotecas críticas de segurança com SDKs, APIs e as funções de login, troca de dados e mensagens entre as aplicações;
  • Além da padronização, é interessante buscar a automatização dos processos de segurança e a integração com o pipeline de desenvolvimento, permitindo que as vulnerabilidades não cheguem a produção;
  • Utilização de novas tecnologias de arquitetura e infraestrutura, como Containers e Microsserviços;
  • Segurança contínua e integrada para o desenvolvimento de aplicações de ponta a ponta, inclusive no pipeline de desenvolvimento e em todo o CI/CD;
  • É interessante mostrar que o correto funcionamento da aplicação, a manutenção e a segurança é uma responsabilidade compartilhada e mútua entre as equipes que são responsáveis pelo projeto, seja de desenvolvimento ou operacional.
  • E o principal é integrar ainda mais as equipes de desenvolvimento, operacional e a equipe de segurança. A sinergia entre esses times permite que o trabalho seja feito com muito mais assertividade e eficiência, fazendo com que a proteção seja um fator preponderante em toda a aplicação que já nasce dentro do DevOps.

E os processos automatizados de CI/CD?

Com os processos automatizados de CI/CD, o modo manual de validação de segurança tornou-se um gargalo do processo de entrega contínua, além de ser um impeditivo para as entregas rápidas e seguras. E nesse ponto que o DevSecOps se torna uma ferramenta importante para todo o processo de desenvolvimento de software. É interessante manter o panorama da integração contínua entre os times de desenvolvimento, operacional e de segurança sem perder a atenção às entregas – fazendo com que a segurança esteja intrinsecamente ligada em todos as etapas do processo.

Esta integração permite um feedback constante sobre a aplicação que está sendo desenvolvida, muito antes de chegar na produção. A velocidade na detecção de falhas e vulnerabilidades também é impactada, sendo bem mais eficaz. O DevSecOps está melhorando a segurança na implementação de CI/CD e está evoluindo positivamente a abordagem do DevOps.

Saiba mais!

DevSecOps nasceu como uma evolução natural ao próprio DevOps, aplicando mais segurança, proteção e tratamento de falhas e vulnerabilidades muito antes de chegar a produção. Promovendo uma integração maior entre os times de DevOps e o time de segurança, o DevSecOps chegou para ficar e o sucesso na sua implementação é inegável por parte das empresas que o adotam.

Quer saber mais sobre este e outros tópicos importantes para o sucesso no desenvolvimento de software? Continue acompanhando as nossas publicações!

>> Gostou?

Receba notícias sobre tecnologia diretamente no seu e-mail.
Cadastre-se agora mesmo.
Escrito por

Arquiteto de Transformação Digital - Arquiteto de Software, especialista na plataforma Java com 12 anos de experiência em projetos para o mercado financeiro e área da saúde. Evangelista de metodologias ágeis e cultura Devops. Formado em Redes de Computadores pela Universidade de São Caetano do Sul e pós-graduado em Desenvolvimento de Soluções corporativas na plataforma Java pela Faculdade de Informática e Administração Paulista. Certificado como programador Java e desenvolvedor Java Web pela Sun Microsystems. Atualmente líder de tecnologia na área de transformação digital da empresa Deal Technologies.

Enviar Comentário

E-mail
Facebook
Twitter
LinkedIn
Whatsapp