Back To Top

Kubernetes e a sua importância no mundo DevOps

O Kubernetes possui um papel importante no mundo DevOps e na utilização como orquestrador dos Containers

O mundo DevOps tem sido bastante utilizado para mostrar as empresas um novo formato para entregar mais eficiência e produtividade aos seus sistemas. Juntamente com a cultura DevOps e com a utilização dos containers, se faz presente também mais uma ferramenta considerada como pilar fundamental na orquestração desse ambiente, o Kubernetes.

Com a chegada do Docker em 2014 o formato de empacotamento de um kernel linux se tornou mais acessível e se popularizou, atraindo os desenvolvedores com a simplicidade na utilização. O Kubernetes e o Docker se tornaram referências no mundo DevOps e ganharam os setores de tecnologia da informação da maioria das empresas.

Continue acompanhando a nossa publicação pra saber mais sobre o Kubernetes e a sua importância no mundo DevOps!

O que é o Kubernetes?

O Kubernetes é amplamente conhecido como uma plataforma de código aberto para automatizar e gerenciar a criação e distribuição de containers. Foi originalmente desenvolvido por engenheiros do Google para utilização interna de gerenciamento dos seus containers e posteriormente liberado para utilização pela comunidade, se tornando uma das principais opções disponíveis no mercado.

A plataforma Kubernetes consegue eliminar diversas tarefas manuais que eram necessárias para uma implantação de um container e a sua orquestração de forma a escalar estas aplicações. O Kubernetes é considerado como ideal para utilização juntamente com aplicações que já nasceram nativas ao ambiente em nuvem ou ambientes híbridos, sejam nuvens privadas ou públicas.

O conceito básico de um container é manter a sua confiabilidade mesmo quando se move de um ambiente computacional para o outro, como do computador do desenvolvedor para um ambiente de homologação do software, por exemplo. E é aí que entra o Kubernetes e os seus grupos de containers, que se chamam “pods” e atuam nos serviços necessários aos containers como as conexões de rede e o armazenamento de arquivos sensíveis a aplicação.

E qual a importância do Kubernetes para o mundo DevOps

O termo DevOps tem sido amplamente difundido pelas empresas que buscam oferecer mais eficiência e produtividade a sua operação, principalmente para a entrega de valor e aplicação da metodologia ágil. Quando em conjunto, o desenvolvimento de software e de soluções ao cliente se torna muito mais rápido e ágil através das técnicas do DevOps.

O mundo do DevOps então prega uma grande integração de equipes distintas e é considerado como uma evolução de metodologias em prol da eficiência do negócio. Deixando de operar em times isolados uns dos outros e partindo para uma integração ou até uma sinergia entre as diferentes equipes e etapas do desenvolvimento, este conceito tem o propósito de alinhamento e compartilhamento de conhecimento.

O Kubernetes e o mundo DevOps

O Kubernetes percorreu um longo caminho até se tornar uma referência no mercado de orquestração e gerenciamento dos containers. Sendo um software livre de código aberto, esta poderosa ferramenta teve que competir e provar o seu devido valor frente a concorrentes como o Fleet, o Docker Swarm e até a soluções mais robustas como o Apache Mesos e o Amazon ECS.

A maioria dos seus concorrentes acabaram se integrando a plataforma Kubernetes devido ao seu poder de processamento e facilidade de utilização. Isso significa um avanço grande para os desenvolvedores, que precisam dominar apenas uma plataforma para a orquestração dos seus containers.

No mundo DevOps, o Kubernetes é essencial para orquestrar os containers com as aplicações através dos pods e manter o controle e gerenciamento dos clusters de forma automatizada. Esta orquestração também é essencial para um ambiente em nuvem, seja uma nuvem considerada total ou uma nuvem híbrida.

Benefício e características do Kubernetes

Alguns outros benefícios do Kubernetes para o mundo DevOps são:

  • Orquestrar os containers em servidores diferentes;
  • Gerenciar o armazenamento de cada aplicação em cada container de forma automatizada;
  • Escalonamento dos containers de forma rápida e fácil, também de forma automatizada;
  • Verificação, monitoramento e recuperação dos containers de forma automática;
  • Maximização dos recursos necessários na execução das aplicações.

Assim como qualquer área nova na tecnologia, o Kubernetes possui algumas características e termos específicos que representam conceitos importantes para a sua aplicação. Um “nó” é um conjunto de máquinas que realizam tarefas específicas e um “pod” é um grupo de containers em um único nó. O “kubectl” é a ferramenta de linha de comando no mundo Kubernetes e o Kubelet é um serviço executado que lê as informações dos containers e garante a definição, início e execução dos containers.

Saiba mais!

O Kubernetes possui uma grande importância para o mundo DevOps, tanto para o desenvolvimento de novas aplicações quanto para a utilização da plataforma em todos os ambientes. Toda a inovação, facilidade e simplicidade trazida pelo conceito e implantação da cultura DevOps nas empresas atinge melhores níveis com a utilização do Kubernetes.

Continue acompanhando as nossas publicações no Blog da Deal e saiba mais!

>> Gostou?

Receba notícias sobre tecnologia diretamente no seu e-mail.
Cadastre-se agora mesmo.
Escrito por

Leitor faminto, eterno aluno e sedento por resultados. Trabalho construindo equipes de alto desempenho com base nos princípios do Agile com Lean Startup! ISSO É O QUE ME MOTIVA!! Graduado pela Engenharia de Computação na PUC-PR, certificado SCRUM Master pela Oficial SCRUM Alliance, certificado Personal and Professional Coaching pela Sociedade Brasileira de Coaching, cursando MBA IN MANAGEMENT na FAE Business School e cursou PMP na FGV.

Enviar Comentário

E-mail
Twitter
LinkedIn
Whatsapp