7 Dicas de Como Melhorar o User Experience do seu Produto ou Serviço
Back To Top

7 Dicas de Como Melhorar o User Experience

Entender e melhorar o User Experience é um ótimo desafio para manter a fidelização dos clientes e a boa imagem dos produtos e serviços da marca.

A experiência do usuário – ou User Experience – está se tornando um dos principais pontos de análise para a satisfação do cliente e está relacionado com o uso de um determinado serviço ou produto, principalmente nas interações diretas do cliente final. O foco do User Experience é entender e relacionar o uso deste cliente através da sua interação com o serviço ou produto.

Mesmo sendo um termo novo, tratar o User Experiencie tem sido um desafio para as empresas, principalmente por entender que a experiência do usuário com o produto ou serviço vai muito além do que simplesmente utilizar interfaces bonitas – vai mais por entender as demandas específicas de cada cliente.

E você, quer saber mais sobre como melhorar o seu User Experience? Continue lendo nossa publicação e veja algumas dicas!

User Experience – A experiência do usuário ao utilizar determinado produto ou serviço

O User Experience está relacionada com a satisfação do usuário ao interagir com determinado produto ou serviço e vai muito além do que somente ter uma interface bonita e de fácil utilização – está presente nas mais distintas formas e seu objetivo principal é aumentar essa satisfação do usuário. Com esse foco na satisfação do usuário, fica mais provável a fidelização deste cliente.

Atender as demandas específicas de cada cliente são pontos principais para que ele consiga uma ótima experiência com a marca, fazendo com que seja também um vetor de influência para o produto ou serviço. Um ótimo exemplo de User Experience bem sucedido é o aroma que o cliente sente ao abrir a caixa de um determinado produto novo – parece simples, mas tem um impacto enorme na satisfação de uma forma geral.

Dicas de como melhorar o User Experience

Para que o User Experience consiga trazer bons resultados, 3 pilares importantes devem ser respeitados.

  • Utilidade – o quão útil é para o cliente o produto ou serviço que está sendo oferecido;
  • Facilidade de uso – o quão fácil e rápido de se utilizar;
  • Prazer – o quão prazeroso é para o cliente aquela utilização.

Já sabendo o que é e quais os impactos positivos de aplicar um bom User Experience, quais as dicas para melhorar a forma como um futuro cliente irá interagir com determinado produto ou serviço? Confira abaixo!

Não faça o cliente perder tempo

É importante salientar a diferença entre não fazer o cliente perder tempo com o seu produto ou serviço e manter esse cliente sempre fiel ao produto ou serviço, utilizando-os pela maior parte do tempo possível.

Para o User Experience, reduzir o tempo necessário para que o usuário realize uma determinada tarefa é importante, uma vez que é uma ótima forma de respeitar e entender a demanda deste usuário. E isso vale tanto para o usuário que está buscando o produto ou serviço e até para fornecer atalhos para que ele chegue aonde quer de forma mais rápida.

Os produtos e serviços devem conter um bom apelo visual

Como estamos falando de experiência do usuário, entrar no assunto de interface do usuário (ou User Interface) não é foco do artigo. O ponto importante aqui é o quão um bom design transforma o User Experience em algo mais prazeroso e intuitivo, tendo impactos diretos na satisfação daquele cliente.

E é inegável que produtos e serviços que possuem um bom design acarretam em uma boa experiência do usuário – principalmente na expectativa daquele usuário em utilizar o produto ou serviço. Outros pontos importantes também são o fato de gerar mais valor ao produto final e contribuir para uma boa comunicação para a essência daquele produto ou serviço.

Mantenha o padrão e consistência nos canais de atendimento

Essa dica é muito relevante quando uma empresa oferece algum tipo de suporte e atendimento ao cliente, principalmente quando este cliente irá buscar algum tipo de ajuda ou abrir um chamado. Além da acessibilidade da empresa para este cliente, é importante que todos os tipos de canais e locais de atendimento falem a mesma língua, mantendo a consistência no atendimento.

Além do atendimento ao cliente, a consistência da interface do usuário também faz sentido para manter o padrão em todos os produtos e serviços que são oferecidos. Os padrões de uso são importantes para que o cliente não necessite de mais uma curva de aprendizado, principalmente quando varia entre plataformas.

Mantenha as coisas simples

O User Experience vai muito além de interface bonita e da fácil utilização – o que não deixa de tornar essa dica menos importante do que as outras. Mesmo que entender a experiência do usuário como muito mais do que apenas a facilidade do uso, este pilar deve ser sempre lembrado para qualquer desenvolvimento de produto e serviço.

Manter as coisas simples (do inglês, keep it simple) é manter o equilíbrio entre o que é funcional e o que pode ser entendido e compreendido pelo usuário. A complexidade para realizar alguma ação deve ser evitada e a simplicidade deve ser entendida como um benefício para quem está utilizando o produto ou serviço.

Perdoe os erros do usuário

Essa etapa é importante principalmente para algum tipo de serviço – as ações do usuário, sejam equivocadas ou não, devem ser “perdoadas” e devem possuir a capacidade de serem reversíveis. Deve ficar a disposição do usuário alguma forma de voltar atrás e ir para um estado anterior.

Isso pode ser notado pelo botão de desfazer presente na maioria dos serviços online ou até em navegadores que oferecem a opção de restaurar a última sessão do usuário caso a janela seja fechada por algum motivo acidental ou não.

Passe informações de maneira clara

Esta dica é valiosa para a experiência do usuário, principalmente quando deve passar alguma mensagem ou informação para o cliente. Como o público que irá acessar o produto ou serviço é diverso, multicultural e possui infinitas características e formas de interpretar o mundo, a informação passada para esse público deve ser de fácil entendimento – sem duplo sentido ou mensagens subliminares.

A informação deve ser clara, de fácil entendimento e deve ser passada na hora e nas quantidades corretas. O excesso de informação confunde o usuário e pode transformar o produto ou serviço difícil de se interagir.

O produto ou serviço não pode ter barreiras ao seu uso

Para o User Experience, qualquer tipo de barreira ou processo que atrapalhe a curva de aprendizado do usuário com este produto ou serviço deve ser evitado afim de manter o usuário fiel. Qualquer tarefa ou atividade que não seja capaz de ser realizada de forma fácil deve ser evitada, principalmente durante o processo de aprendizagem deste usuário.

Além da curva de aprendizado, é importante manter a experiência do usuário sem nenhum tipo de barreira ao atualizar ou liberar algum recurso novo ao produto ou serviço – já que este cliente deverá aprender como utilizar este novo recurso e já vem mantendo um nível de fidelização com o produto ou serviço.

Saiba mais!

Os conceitos de User Experience são importantes para manter a satisfação do usuário ao utilizar determinado produto ou serviço e vão muito além de uma interface bonita ou facilidade no uso – deve estar presente nas mais distintas formas e devem ser capazes de fidelizar os clientes com a marca.

Quer saber mais sobre como melhorar o User Experience? Continue acompanhando as nossas publicações! Comente e participe!

>> Gostou?

Receba notícias sobre tecnologia diretamente no seu e-mail.
Cadastre-se agora mesmo.
Escrito por

Perfil oficial da Deal, neste perfil falamos dos nossos conteúdos institucionais e notícias sobre o que acontece na empresa. :)

Enviar Comentário

E-mail
Facebook
Twitter
LinkedIn
Whatsapp